Estratégia para a recuperação de informação científica sobre as doenças tropicais negligenciadas: análise comparativa da Scopus, PubMed e Web of Science

Natanael Vitor Sobral, Zeny Duarte de Miranda, Fabio Mascarenhas e Silva

Texto completo:

HTML PDF

Resumen

Objetiva desenvolver um percurso metodológico para recuperar informações científicas sobre as Doenças Tropicais Negligenciadas (DTN) em bases de dados internacionais (Scopus, Web of Science e PubMed). Os procedimentos metodológicos desta pesquisa foram: a) identificação das principais doenças tropicais segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS); b) padronização dos nomes das doenças a partir dos Descritores em Ciências da Saúde da Biblioteca Virtual de Saúde (DeCS/BVS); c) construção de duas listas: uma com os termos padronizados associados a operadores booleanos, e outra com os termos não padronizados, também estruturada com operadores booleanos; d) busca de informações nas principais bases de dados anteriormente citadas de maneira padronizada e não padronizada; e) comparação dos resultados obtidos entre a busca padronizada e não padronizada; f) construção de fluxo metodológico para fins de replicação. Percebeu-se que o uso da busca padronizada aumentou a revocação do processo de recuperação da informação, especificamente, a Base Scopus apresentou um aumento mais significativo na recuperação de resultados (11,28%). A PubMed teve um incremento na revocação de 8,92% e a Web of Science de 2,64%. Ademais, propõe-se neste trabalho um fluxo para a recuperação da informação nas referidas bases, que sirva para os pesquisadores neste tema, pois entende-se que o alto grau de variabilidade das palavras e a dispersão na representação do tema nas bases constitui-se no importante impeditivo para a recuperação de informações.
DOI: http://dx.doi.org/10.36512/rcics.v29i1.1179

Copyright (c) 2018 Natanael Vitor Sobral, Zeny Duarte de Miranda, Fabio Mascarenhas e Silva

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.